Então, que seja doce!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010


Aqui onde as horas não passam, aqui onde o sol não me vê,
aqui onde eu não moro, não existo sem você.


Capital Inicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário